Fred Astaire X Gene Kelly

gene03

Quem ama musical fica na dúvida na hora de escolher: Fred Astaire ou Gene Kelly? Qual sapateia melhor? Qual foi mais inovador? Qual era mais glamuroso? Qual foi mais importante para o gênero musical?

As respostas são totalmente subjetivas. Cada um tem o seu favorito, mas a gente pode fazer comparações, né?

Background

Fred Astaire nasceu em 1899 e começou sua carreira no Vaudeville dançando com sua irmã Adele. Eles foram matriculados em escolas de dança e piano e seguiram boa parte da infância e adolescência se apresentando em shows, até estreiarem na Broadway em 1917. A dupla fazia sucesso por onde passava, mas se separaram quando ela casou com um lorde inglês. Logo depois, ele também se casou com uma socialite, indicando a ascenção social dos irmãos depois se tornarem estrelas da Broadway.

No mesmo ano, Fred partiu para Hollywood sozinho, onde fez o filme que o tornaria uma lenda: Voando Para o Rio (“Flying down to Rio”). Foi a primeira vez que ele dançou com Ginger Rogers e a química foi imediata. A platéia amou e o estúdio também.

gene01

Gene Kelly nasceu em 1912 e começou a fazer aulas de dança quando criança por obrigação de sua mãe, embora ele não gostasse muito. Já adolescente, ele retomou as aulas e gostava de esportes. Durante a Depressão, Gene dava aulas de dança, e logo depois entrou para a faculdade. No fim da década de 30, participou de vários musicais na Broadway atuando, cantando, dançando e coreografando. Lá ele conheceu sua primeira mulher, Betsy Blair. Em 1941, ele estreiou em Hollywood, mas só se destacou ao estrelar, em 1944, Modelos (“Cover Girl”), ao lado de Rita Hayworth

Estilo

fred04

Fred fazia o tipo aristocrata. Ele estabeleceu o uniforme masculino no musical: fraque e cartola. Fred era magro, um pouco baixo, e estava longe dos padrões de beleza estabelecidos para os galãs de Hollywood, mas isso não impediu que ele se tornasse uma força nas telas.

Já Gene era totalmente diferente. Ao contrário da imagem elegante e aristocrática de Fred, Gene era um cara atlético, menos europeu e mais americano. No filme Cantando na Chuva (“Singing in The Rain”), ele faz disso uma piada. Na primeira sequencia, o personagem de Kelly fala de sua vida antes da fama. Ao contrário da história que ele narra (um garoto de boa educação e preparo que chegou ao topo com dignidade), as imagens mostram um jovem de baixa renda e pouca instrução que fazia de tudo para conseguir se apresentar e fazer parte do sonhado “mundo do entretenimento”.

Acontece que Gene Kelly não ficava bem naquelas roupas formais, por isso, passou a incorporar em seu figurino um visual mais casual. Geralmente, Gene estava de sweater, camisetas polos demarcando sua boa forma, calças confortáveis e blazers. Um visual que lembrava as roupas de lazer do homem comum americano. A guerra havia acabado, eles não precisavam se preocupar com combates, a vida estava voltada para sua ascensão individual, através do trabalho, da família, da casa e da diversão. Esse visual “de lazer” aparece em Sinfonia de Paris (“An American In Paris”), por exemplo, e até Fred Astaire o adotou em filmes como A Roda da Fortuna (“The Band Wagon”).

Dança e Cinema

Os números de Fred costumavam misturar suas influências, fossem elas clássicas ou inpiradas na cultura de massa da periferia, como sapateado. Ele era perfeccionista e por isso, ensaiava muito antes das filmagens e repetia os takes muitas vezes até ficar como ele queria. Geralmente, seus filmes tinham, pelo menos, um número solo, um número com o par romântico e outro número mais divertido com algum parceiro.

Antes de Fred Astaire, as coreografias dos musicais apareciam através dos recursos cinematográficos: na formacão das dançarinas, na montagem e no ângulo da câmera. Quando ele entrou para o ramo, decidiu cortar esses efeitos. A câmera passou a ficar estática, frontal, capturando o corpo inteiro do dançarino e quase não havia cortes. Fred dizia: “Either the camera will dance, or I will” (“Ou dança a câmera ou danço eu”).

Abriu uma exceção em Núpcias Reais (“Royal Wedding”).  em que ele sapateia nas paredes e no teto de uma sala. O truque estava na sala que girava de forma mecânica, Fred ficava dançando no chão (não que isso fosse fácil: dançar enquanto a sala gira). O talento, o charme, o perfeccionismo e a elegância de Fred eram suficientes para não deixar ninguém piscar.

Quando Gene Kelly apareceu, nos anos 40, as regras de filmagem estabelecidas por Fred eram seguidas por todos os estúdios. Gene também se adequou a esse estilo, mas depois foi fazendo algumas modificações.

Gene trabalhava na frente e atrás das câmeras coreografando números (seus solos e os de coro) e co-dirigindo alguns filmes. Ao contrário de Fred, ele colocava movimentos de câmera, ângulos, montagem e efeitos especiais para enriquecer a experiência do espectador. Um exemplo, é a sequência em que dança com o ratinho Jerry (aquele que fugia sempre do Tom).

Ele misturava sapateado, dança latina com o clássico em uma obra para cultura de massa (filme musical). Por isso, ficou reconhecido por tornar mais popular e comercial o balé, que ele sempre colocava em uma dança mais romântica.

A impressão que dá ao assistir uma performance de Fred Astaire é de que aquilo é muito fácil de fazer. E a impressão que dá ao assistir uma performance de Gene Kelly é de que ele está se divertindo muito.

gene04

Parcerias

Fred Astaire e Ginger Rogers

Com certeza a dupla mais famosa do musical é Fred Astaire e Ginger Rogers. Entretanto, alguns fofoqueiros dizem que os dois não se gostavam e, por eles, a parceria teria sido muito limitada. Fred não queria formar uma dupla fixa, agora que ele tinha se desassociado da irmã. Entretanto, os dois fizeram dez filmes juntos. Katherine Hepburn teria dito sobre os dois: “He gives her class, she gives him sex-appeal” (Ele lhe dá classe e ela lhe dá sex-appeal). Fred teve outras parceiras como Rita Hayworth, Cyd Charisse, Eleanor Powell, etc. Mas Ginger foi a maior.

Gene não teve nenhuma parceria no nível Fred & Ginger. Provavelmente, o diretor Stanley Donen foi seu parceiro mais marcante. A princípio, Donen seria o assistente de Gene em suas coreografias, mas eles acabam co-dirigindo diversos filmes, incluindo Um dia em Nova Iorque (“On The Town”) e Cantando na Chuva (“Singing in the rain”).

Existem seis atrizes que dançaram com as duas lendas: Cyd Charisse, Rita Hayworth, Debbie Reynolds, Judy Garland, Vera-Ellen, Leslie Caron. Fred Astaire e Gene Kelly já dançaram juntos no filme Ziegfield Follies no número The Babbit and The Broomgride (veja o número no final do post). Vários jornalistas perguntaram a Fred Astaire quem foi sua parceira preferida, ao que ele respondeu: Gene Kelly.

Conclusão

fredgene03

Os musicais da época serviam de propaganda dos valores americanos e tanto Fred quanto Gene defendiam sua masculinidade através da dança (algo que pode parecer um paradoxo).

A verdade é que Gene veio depois de Fred, que era um modelo para ele. Ambos conseguiram colocar suas idéias nos filmes e eram dançarinos geniais, por isso são ícones do gênero musical. Fred trouxe a atencão para o virtuosismo do dançarino, deixando para trás os números que se baseavam apenas na beleza das coristas. E Gene pôde aprimorar esse olhar quando conseguiu integrar a dança aos elementos cinematográficos.

Principalmente, os dois tem o mérito de cumprirem com o principal objetivo do gênero: entretenimento. Seus personagens eram felizes e conseguiam resolver seus problemas com uma coreografia levando ao público uma mensagem de esperança e alegria. Até hoje, quando se assiste a um musical de Fred Astaire ou Gene Kelly, é incontrolável a vontade de dançar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s